O 49º Congresso Brasileiro de Geologia (49 CBG) será realizado de 20 a 24 de agosto de 2018, na Cidade do Rio de Janeiro, no Centro de Convenções Sul América, com o objetivo de integrar a academia, empresas, profissionais e, também, a sociedade, através da realização de palestras, discussões, cursos e eventos paralelos na área de Geologia e Geociências, incluindo os Simpósios de Vulcanismo e Ambientes Associados e do Cretáceo do Brasil.

Os congressos brasileiros são tradicionalmente realizados pela Sociedade Brasileira de Geologia de dois em dois anos. Assim, o congresso de 2018 será organizado com a missão de avaliar os principais acontecimentos dos últimos dois anos, com muita coisa a ser comemorada, em contraponto à necessária reflexão profunda sobre o futuro da Geologia e das Geociências na construção do futuro de nosso País.

O CBG 2018 encerra o período de comemorações dos 70 anos da Sociedade Brasileira de Geologia, criada em 1946. Em 2017, comemoramos os 60 anos da criação dos cursos de formação de Geólogos, no Brasil, através da Campanha de Formação de Geólogos (CAGE), que instalou os cursos em Porto Alegre, Rio de Janeiro, Ouro Preto e Recife, os quais se juntaram ao curso em São Paulo. O ano de 2018, entretanto, tem um significado ainda mais especial: comemoraremos os 200 anos do Museu Nacional, primeira instituição de pesquisa científica, voltada para a geologia, criado por D. João VI, no início do século XIX.

Após 34 anos, somente interrompidos pela realização do XXX International Geological Congress, em agosto de 2000, o Congresso Brasileiro de Geologia será novamente realizado na Cidade do Rio de Janeiro, que possui capital humano, empresarial e científico para realizar um belíssimo e estimulante 49o Congresso Brasileiro de Geologia.

Aqui temos três cursos de graduação em Geologia e um de Geofísica, aos quais se somam oito cursos de pós-graduação em Geociências. Coexistem diversos centros de tecnologia e pesquisa, instituições públicas e as sedes da PETROBRAS; da Vale; da ANP; dos Serviços Geológicos do Brasil (CPRM) e do estado (DRM-RJ); da Fundação Geo-Rio; do CETEM e das maiores empresas de petróleo, mineração e geotecnia, além de centenas de empresas prestadoras de serviços, com uma grande concentração de profissionais liberais.

Além de sua reconhecida beleza natural, condicionada por sua geologia, a Cidade do Rio de Janeiro conta com museus, centros de difusão científica e espaços públicos, como o Museu Nacional, o Museu de Ciências da Terra, o Museu da Geodiversidade, a Casa da Ciência e o novíssimo Museu do Amanhã, espaços que pretendemos ocupar com atividades que estimulem a interação com a Sociedade, em especial com os estudantes das escolas públicas e privadas, ávidos por conhecimento e novas experiências.

Para o sucesso desse importante evento técnico-científico, contamos com a participação de vocês, Geólogos e Geocientistas, os quais transformarão, em 2018, a Cidade do Rio de Janeiro na Capital Nacional da Geologia, em torno do tema conceitual: “Geologia: Conhecer o Passado para Construir o Futuro”.

Sejam bem-vindos ao 49º Congresso Brasileiro de Geologia!

Hernani Aquini Fernandes Chaves

 

site: http://www.49cbg.com.br/index.php